O que visitar em Lisboa: A Rota dos Mosteiros 22


Para quem está em Lisboa, este é um dos roteiros mais interessantes a ser feito pois é uma verdadeira viagem ao passado acompanhada por esplêndidos monumentos históricos, patrimónios religiosos e espetaculares vilas medievais!

  • O percurso: Lisboa, Mafra, Óbidos, Alcobaça, Batalha, Fátima e Lisboa.
  • Distância total percorrida: 325km
  • Tempo de viagem estimado: 3:50h

Os detalhes de cada trecho do percurso são:

  • Lisboa – Mafra: 45km (0:30h)
  • Mafra – Óbidos: 70km (0:45h)
  • Óbidos – Alcobaça: 40km (0:30h)
  • Alcobaça – Batalha: 20km (0:20h)
  • Batalha – Fátima: 20km (0:20h)
  • Fátima – Lisboa: 130km (1:10h)

Considerando os tempos mencionados, de viagem e de parada em cada lugar, este roteiro pode ser feito tranquilamente em um dia a partir de Lisboa, partindo por volta das 9h e regressando por volta das 21h, horário que o sol se põe nos meses de Julho e Agosto. Também pode ser feito como início de uma viagem pelo interior de Portugal, a partir de Lisboa.

As estradas de acesso são muito boas tornando a viagem tranquila e bastante agradável.

O percurso de Lisboa até Batalha é feito basicamente pela excelente auto-estrada A8 com pedágio. A paisagem é muito bonita, com muita área verde, plantações de frutas, vinhas, oliveiras e antigos moinhos tradicionais no topo dos montes.

A volta de Fátima para Lisboa é pela excelente auto-estrada A1 com pedágio, a principal de Portugal, pois é a que faz a ligação entre Lisboa e Porto, as duas principais cidades de Portugal. O esquema do pedágio por aqui é bem simples: na primeira parada você pega o ticket apertando o botão da máquina (não tem ninguém para auxiliar, apenas a máquina) e na saída você entrega o ticket para o assistente que irá efetuar a cobrança da distância percorrida. Em saídas menos movimentadas é comum não ter o auxiliar, apenas uma máquina que recebe notas, moedas e cartão de crédito.

As sinalizações são excelentes, sendo praticamente impossível se perder.

Os estacionamentos para visitar os pontos turísticos são espaçosos e com bastante lugares disponíveis, principalmente se for dia de semana.

Quanto a alimentação, depende de cada pessoa, mas em geral, o ideal é comer alguma coisa rápida na saída de Óbidos e almoçar em Batalha, lembrando que os restaurantes encerram geralmente por volta das 15h no almoço. O jantar pode ser em Lisboa.

Note que de Abril a Setembro, o horário de visita aos monumentos é mais alargado, proporcionando maior flexibilidade no roteiro.

Convento de Mafra e Óbidos

Um breve resumo dos locais a serem visitados com o tempo que achamos adequado em cada parada:

Mafra (1:00h)

Classificado como Monumento Nacional em 1910, o Palácio Nacional de Mafra é um dos principais monumentos barroco de Portugal. Foi encomendado por Dom João V em 1717 em virtude de uma promessa que fizera no caso da rainha D. Maria Ana de Áustria, sua prima direta, lhe desse descendência. É um palácio imponente composto por dois torreões,  sendo o do Norte destinado ao Rei e o do Sul à Rainha, que estão ligados por uma longa galeria de 232m, o maior corredor palaciano da Europa.

Como não foi residência habitual da Família Real, o Paço de Mafra sempre foi muito visitado pelos reis, para assistirem às festas religiosas ou para caçarem na Tapada.

O projeto começou modesto, para abrigar apenas 109 franciscanos, mas com a chegada do ouro do Brasil aos cofres portugueses, passou a planos mais ambiciosos abrigando 330 frades, um palácio real, um convento, umas das mais belas bibliotecas da Europa e uma magnífica basílica.

Decorada com mármores preciosos, madeiras exóticas e incontáveis obras de arte, a biblioteca do Convento de Mafra é uma das mais bonitas de Portugal e tem elevada relevância histórica devido à sua vasta diversidade temática dos séculos XV ao século XVIII.

A Basílica, em estilo barroco Italiano, ocupa a parte central do convento e tradicionalmente apresenta duas imponentes torres sineiras com carrilhões da Antuérpia de 217 toneladas. O interior tem a forma de cruz latina, possui uma cúpula de 13m de diâmetro e 65m de altura e é repleto de uma grande variedade de mármores e obras de arte.

Horário: 10h00 às 17h30. Encerra às terças-feiras e nos feriados de 1 de Janeiro, domingo de Páscoa, 1º de Maio e 25 de Dezembro.

Basílica: Todos os dias das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00

Biblioteca (serviço aos leitores): Todos os dias úteis das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h00.

Ingresso: €6,00

Estacionamento: Na zona exterior do monumento nas fachadas norte e sul.

Site: http://www.palaciomafra.pt

Óbidos (1:30h):

Óbidos é uma das vilas fortificadas mais famosas de Portugal e recebe diversos eventos ao longo do ano, como o Festival do chocolate em Fevereiro e Março, o Programa Religioso e cultural da Semana Santa, o Mercado medieval em Julho, a Vila Natal em Dezembro entre tantos outros. Em função disso, nota-se que é uma vila muito bem preservada e que mantém a arquitetura e o ambiente medieval. A rua principal tem boas pastelarias, lojas com produtos regionais e artesanato. A caminhada sobre a muralha é imperdível (aproximadamente 1,5km), uma vez que proporciona uma vista privilegiada das casas da vila e de seus belos jardins de um lado e do outro uma fantástica vista panorâmica da região. Não deixe de provar a “Ginginha de Óbidos no copo de chocolate”!

Na época dos eventos mencionados, evite a visita aos finais de semana.

O acesso a vila é gratuito.

Estacionamento: pago (€0,60/hora) e próximo à entrada da vila

Há um posto de turismo junto ao estacionamento.

Restaurantes: O Caldeirão (na entrada na vila, com ambiente simples, cozinha tradicional bem confeccionada, pratos generosos e bom preço) e Cozinha da Rainha (ambiente mais requintado com amplas janelas e esplanada com vista para muralha, bons pratos e preços adequados). Não esqueça que a vila de pescadores de Peniche, que tem ótimos peixes,  está a apenas 20km de distância.

Sites: http://www.obidos.pt & http://www.obidos.tv

Óbidos e Alcobaça

Alcobaça (1:00h):

O Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça foi o primeiro templo gótico em Portugal construído pelos monges da Cister entre 1178 e 1254, seguindo a arquitetura da Ordem de Cister em Claraval (França), onde podemos notar traços Barroco (principalmente na fachada), Gótico e Manuelino. Este complexo monumental é composto pela Igreja, Claustro de Dom Dinis, dependências medievais, sacristia e duas capelas.

É aqui que encontram-se os túmulos de D. Pedro I e de D. Inês de Castro (assassinada a mando do pai de D. Pedro I, D. Afonso IV que temia o poder da família de Inês de Castro). São duas verdadeiras obras-primas da escultura gótica em Portugal, cujas construções foram, respectivamente, em 1367 (ano em que faleceu D.Pedro I) e 1357 (ano em que D.Pedro I ascendeu ao trono).

Horários: 09h00 às 17h00 (Outubro a Março) e 09h00 às 19h00 (Abril a Setembro). Encerra nos feriados de 1 de Janeiro, Domingo de Páscoa, 1 de Maio e 25 de Dezembro.

Ingresso: €6,00

Bilhete Rota do Património (Alcobaça, Batalha e Convento de Cristo): €15,00

Estacionamento: público, próximo ao mosteiro.

Site: http://www.mosteiroalcobaca.pt & http://www.igespar.pt/pt/monuments/37/

Batalha (1h00):

Considerado Monumento Nacional e Património da Humanidade pela Unesco desde 2007, o  Mosteiro da Batalha, como é conhecido o Mosteiro de Santa Maria da Vitória, é um dos ícones da arquitetura barroca em Portugal e na Europa. Foi encomendado por D. João I em agradecimento pela vitória na batalha de Aljubarrota contra os Castelhanos em 1385, que lhe assegurou o trono e garantiu a independência de Portugal. Devido ao seu extenso período de construção, 130 anos (1388 a 1517), este belo conjunto arquitetónico apresenta predominantemente traços góticos manuelinos com leves detalhes renascentistas.

Concebido pelo mestre Huguet, o pórtico de entrada é imponente e recheado de detalhes e com uma riqueza iconográfica impressionante, que só pode ser comparada com as principais catedrais Européias. A Igreja, a Sala do Capítulo, a Capela do Fundador, o Panteão e as capelas inacabadas são verdadeiros tesouros a serem descobertos!

Horários: 09h00 às 17h30 (Outubro a Março) e 09h00 às 18h30 (Abril a Setembro). Encerra nos feriados de 1º de Janeiro, Domingo de Páscoa, 1 de Maio e 25 de Dezembro.

Ingresso: €6,00

Estacionamento: público, ao lado do mosteiro

Bilhete Rota do Património (Alcobaça, Batalha e Convento de Cristo): €15,00

Restaurante: O Burro Velho, atrás do mosteiro, com cozinha tradicional bem confeccionada, ambiente regional e bom preço. Restaurante Adega dos Frades no Hotel Villa Batalha, a apenas 500m do mosteiro, um dos melhores hotéis 4 estrelas de região que tem uma excelente cozinha tradicional baseada em produtos regionais a preços bastante justos.

Site: http://www.mosteirobatalha.pt & http://www.igespar.pt/pt/monuments/38/

Mosteiro de Alcobaça e Mosteiro da Batalha.

Fátima (1:00h):

O Santuário de Fátima, um dos monumentos mais conhecidos de Portugal, é destino de muitas peregrinações e de milhares de pessoas dos quatro cantos do mundo. É um verdadeiro recinto monumental novecentista, onde o edifício principal é a grandiosa basílica acompanhada por colunas em formato circular ao melhor estilo da Praça de São Pedro no Vaticano. Destacam-se ainda a Capelinha das aparições, onde se encontra a imagem de Nossa Senhora de Fátima, que foi erguida ao lado da oliveira onde a virgem apareceu para os três pastorinhos, e a nova e vanguardista Igreja da Santíssima Trindade, o quarto maior templo católico do mundo, construído em 2007, que fica do lado oposto da basílica.

Não deixe de acender as velas no tocheiro do Santuário de Fátima, que fica do lado esquerdo da Capelinha das aparições que está no meio da praça. O volume de velas é tão grande que o calor é intenso e dificulta muito acender as velas individualmente, inclusive há muitas placas indicando apenas para jogar a vela para dento do tocheiro.

Alguma missas são celebradas ao ar livre onde os fiéis ficam em pé ou ajoelhados na enorme praça ouvindo a missa através das caixas de som devidamente distribuídas ao longo da praça, criando um ambiente acolhedor e de muita tranquilidade e paz.

Restaurantes: Tia Alice, baseado na cozinha tradicional bem confeccionada, bom atendimento, ambiente requintado, amplas janelas de vidro com boas vistas da cidade e bom preço apesar da proximidade com o santuário. O bacalhau da Tia Alice é uma boa opção. Turpial que é simples com boa comida caseira e barato.

Sites: http://www.santuario-fatima.pt & http://www.fatimavirtual.com

Santuário de Fátima

Outros monumentos interessantes a serem visitados é o Convento de Cristo em Tomar e o Castelo de Almourol próximo ao Entroncamento. Experimente dormi no Hotel Villa Batalha para explorar esta região com mais tranquilidade!

Com este breve texto esperamos ter contribuído no seu planejamento sobre o que visitar em Lisboa!

Deixe-se surpreender por Portugal!

Para maiores informações e esclarecimentos, entre em contacto conosco através do email info@soulportugal.com, que teremos todo o prazer em ajudá-lo!

Boa viagem!

 


22 thoughts on “O que visitar em Lisboa: A Rota dos Mosteiros

  • Reply
    Waldemar Carvalho

    Site excelente, com dicas preciosas para Portugal.
    Tenho algumas dúvidas;
    Em novembro vou passar uma semana em Portugal. Estarei baseado em Lisboa e já tenho um veículo alugado.
    Serão 5 dias inteiros e um pela metade já que meu voo chega na parte da manhã
    Veja a minha idéia:
    – Dia da chegada – Tarde Livre
    – Um dia para um city tour em Lisboa utilizando o ônibus double deck.
    – Segundo dia passeio até Fátima. O roteiro acima esta perfeito. Estarei errado em almoçar em Fátima presumindo que sairei cedo do hotel?
    – Terceiro Dia, passeio a Sintra e Cascais, almoçando em Sintra
    – Quarto Dia – Lisboa – livre
    – Quinto Dia – Lisboa – livre
    – Sexto Dia – Retorno pela manha ao Brasil
    Uma ultima dúvida: O outlet Freeport fica no caminho para Sintra?
    Atenciosamente grato
    Waldemar Carvalho

    • Reply
      Soul Portugal Post author

      Olá Waldemar!
      Desculpa a demora na resposta.
      Poderá almoçar na Batalha no restaurante Burro Velho.
      O Freeport fica no sentido oposto ao de Sintra.
      Espero ter ajudado!
      Boa viagem!

  • Reply
    Roberta Von Ende

    Boa tarde, pretendo visitar Portugal no mês de junho, e adorei tuas dicas. Este trajeto da rota dos mosterios que sugeres já estava na minha ideía e de Fatima pretendia seguir até Porto onde pretendo ficar por 1ou 2 dias, Qual a distância de Fatima a Porto e se é possivel terminar o dia e dormir em Porto.
    Atenciodamente
    Obrigada
    Roberta Von Ende

  • Reply
    Roberta Von Ende

    Obrigada pela ajuda. Provavelmente farei este percurso num domingo, verifiquei que a maioria dos lugares em Porto e Lisboa fecham neste dia. É possível visitar Coimbra no domingo?
    Obrigada
    Roberta

  • Reply
    RENATA ARAUJO ROCHA

    Prezados bom dia. Estamos indo para sua terra e muito ansiosos para conhecer o máximo.
    Este roteiro dos mosteiros é muito atraente porém como estamos subindo para o Douro de Lisboa nossa intensão é dormir em Batalha, vocês tem outra sugestão? Qual seria a ordem de visitação tendo em vista a pernoite em Batalha? Desde já agradeço sua atenção.

    • Reply
      Soul Portugal Post author

      Olá Renata.
      De Lisboa a Batalha: Mafra, Óbidos, Alcobaça (Nazaré se der tempo) e Batalha.
      No dia seguinte, podem passar em Fátima, Ucanha, Lamego e, finalmente, Peso da Régua, no Douro.
      Espero ter ajudado!
      Boa viagem!

  • Reply
    Giovanna

    Olá!
    Tudo bem ? Estou super ansiosa para conhecer Portugal e tb cheia de dúvidas hehehe.
    Estarei em lisboa do dia 10/06( manhã) à 18/06 à noite.Pretendo ficar 2 dias na capital e depois visitar:Sintra,Cascais,Fatima,Óbidos,Setubal,Évora,Coimbra Braga e Porto
    Penso em pernoitar em Lisboa (3 diárias),Évora,(1 diária),Coimbra (1 diária)e porto(2 diárias)O que vc acha dessa divisão? Acha melhor tirar 1 diária de Lisboa e pernoitar em Sintra,para conhecer melhor? Ou passar só um dia em Sintra e retornar para Lisboa?Posso ir de Sintra direto em direção à Évora?Em qual momento do meu roteiro poderia encaixar a rota dos mosteiros?
    Obrigada,mesmo, pela atenção!!!

    • Reply
      Soul Portugal Post author

      Olá Giovanna!
      Sintra é bem perto de Lisboa (inclusive muita gente mora em Sintra e trabalha em Lisboa), 20 minutos de carro. Mas se não se importar em trocar de hotel, vale a pena ficar uma noite em Sintra, uma vez que tem muita coisa para ver, e a atmosfera da vila a noite é muito bacana.
      Faça Lisboa, depois desce para Évora e sobe direto para Sintra. Segue pela rota dos mosteiros e dorme em Coimbra. Até o Porto é rápido.
      Espero ter ajudado!
      Boa viagem!

  • Reply
    Lília

    Olá! Como vai?
    Adorei o blog e o site. Muito bom! Parabéns! Estarei em Portugal no período de 29/03 a 10/04/2017 e quero conhecer o máximo de lugares que puder. Gostei muito deste roteiro dos mosteiros, quero ir a Lisboa, Évora, Porto, Sintra, Cascais, Guimarães, Braga e Barcelos, além de alguma coisa no vale do Douro. Acha possível? Tenho dúvida se é melhor ficar “baseado” em Lisboa e Porto e fazer os bate-voltas que forem possíveis ou ir se hospedando pelo caminho. Chegarei pelo Porto. Minha idéia é: 3 dias e meio em Porto (com bate-voltas para Guimarães, Braga, Barcelos e região do Douro), e os demais dias em Lisboa (com bate- voltas para os demais lugares). Que acha?
    Muito obrigada desde já pela atenção!

    • Reply
      Soul Portugal Post author

      Olá Lília.
      Depende do ritmo de cada um, eu gosto mais de ir ficando em lugares diferentes.
      Com estes bate e volta, é melhor ficar mais um dia no Porto.
      Temos um serviço de consultoria que elabora um roteiro personalizado com todas as informações de tempo de viagem, tempo nas atrações turísticas, dicas de restaurantes e hospedagens, paradas estratégicas, etc…O investimento para elaboração detalhada deste roteiro é de 120 euros para o período todo.
      Espero ter ajudado!
      Boa viagem!

  • Reply
    Reynaldo

    Olá, bom dia. Sou do Brasil e estou programando uma ida a Portugal entre 29/04 e 11/05. Meu roteiro inclui Lisboa, Lagos, Évora e Porto como bases para os passeios. Irei a Fátima no dia 02/05. Você acha que eu enfrentarei algum tipo de problema com vagas em hotéis e engarrafamentos por conta dos festejos do centenário de Fátima ou o movimento maior será apenas nos dias 12 e 13/05 ? Parabéns pelo site. Muito completo e com informações bastante úteis.

  • Reply
    Marcus Pezotti

    Boa tarde, tenho 4 dias em Portugal, pensei em 2 dias lisboa e será que consigo em 2 dias fazer o percurso abaixo de carro posando em Alcobaça ou Obitos ? a sequencia das cidades foi visualizando no mapa para otimizar o tempo …
    PERCURSO:
    Lisboa, Tomar, Ourem,Fatima,Batalha,Alcobaça,Óbidos,Sintra,Cascais, Lisboa

    • Reply
      Soul Portugal Post author

      Olá Marcus! É Óbidos e não Óbitos, não é a vila dos mortos, muito pelo contrário.
      O percurso está ótimo e dá tempo sim!
      Espero ter ajudado!
      Boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *